Glauber Silveira / Rádio Cristal
redacao@clicsoledade.com.br
  Letícia Nunes / Rádio Cristal  

 

 

 

 

 

 

Br 386, em Fontoura Xavier no Rio Grande do Sul

Por volta das 10h da manhã do último sábado, dia 28/12, um acidente envolvendo um Pálio e um Golf (foto acima), foi registrado no km 260,4 da BR 386 em Fontoura Xavier/RS, próximo ao Parque das Tuias, local turístico  muito conhecido na Grande Passo Fundo, deixando sete pessoas feridas no local da tragédia, sendo três em estado grave, ocupantes do mesmo veículo.

De acordo com informações da PRF de Soledade, município Gaúcho, o Fiat Pálio, com placas de Três Arroios/RS, conduzido por Cristian Diêgo, atleta de futsal, que recentemente sagrou-se vice-campeaõ da Super Liga Nacional em Aracaju/SE atuando pelo Moita Bonita de Sergipe,  realizou uma ultrapassagem mal sucedida, colidindo frontalmente contra um Golf, placas de Santa Rosa, também no interior de Rio Grande do Sul, que circulava em sentido oposto..

Cris comemorando gol na final da Superliga com a camisa do Real Moitense (Foto: Zerosa Filho / CBFS)

Ala Cris comemorando gol marcado na decisão da Superliga em foto de Zerosa Filho(CBFS)

Ficaram feridos neste acidente a mãe Maria Rueckert (72), o pai Walter Silveira Rueckert (74), Cristian  Diego Rueckert (27) e a esposa Jéssica Luíza Dalpiás (24), que estavam no Pálio, além de Josué dos Santos Mello, condutor do Golf, sua esposa Vera Regina Machado Mello (42) e o filho do casal identificado por Jederson Crespin Machado Mello (14), ocupantes do Golf. Cris, jogador que atua como fixo-ala, estava ao lado dos pais e da esposa, quando retornava do Aeroporto de Porto Alegre, onde foi buscá-los para passar o reveillon juntos.

O SAMU, a Coviplan, os Bombeiros e a PRF prestaram atendimento no local. Os feridos foram encaminhados inicialmente ao Hospital de Caridade Frei Clemente de Soledade, e devido a gravidade dos ferimentos, Walter Silveira e Jéssica Dalpiás, pai e mulher de Cris, foram transferidos para o Hospital São Vicente de Passo Fundo, onde está ainda  Maria Rueckert, mãe do atleta.
 
Lamentávelmente, o senhor Walter veio a falecer. Dona Maria e Jéssica permanecem hospitalizadas e o estado de saúde de ambas ainda preocupa, segundo informações daquela unidade de saúde no dia de ontem, terça-feira. Apesar de ainda traumatizado com o acontecimento, Cris,  que quebrou uma das costelas e sofreu suspeita de fratura óssea na bacia,  já recebeu alta e está fora de perigo. O jogador já teria dado a sua palavra para retornar ao clube sergipano para a próxima temporada, antes de voltar ao sul do país para rever a família em meiados deste mês, ainda na cidade de Moita Bonita aqui em Sergipe.
 
Da redação, Roberto Carioca.