Acusado | Foto: Reinaldo Gasparoni

Uma equipe sob o comando de investigações da delegada Jacyara Mendonça, que já atuou na Delegacia da Mulher(Deam) em Itabaiana, prendeu o trabalhador da construção civil Mário César Santos de Oliveira(foto), acusado de ser o responsável direto por um crime brutal que chocou o estado de Sergipe no início deste mês.

Segundo constam nos autos da justiça, no último dia 06, uma quinta-feira, o pedreiro teria adentrado a casa da vítima, localizada no Povoado Barreiro em São Cristóvao na grande Aracaju, e após tamanha ousadia e destemor, a agarrou levando-a até a morte de maneira covarde, sem que a menor podesse esboçar nenhum tipo de reação.

Láisa Santos Andrade, com apenas 16 anos, teria sido dominada totalmente por Mário César até o seu último suspiro, sem que nenhum vizinho pudesse perceber algo tão cruel a tempo de evitar a cena.

Baseada em depoimentos prestados na comunidade, e nos laudos periciais feitos na vítima e no acusado, Dra Jacyara disse  não ter  mais dúvidas sobre a participação do pedreiro no caso. O laudo do Instituto Médico Legal ainda não foi concluído, mas os estudos preliminares indicam que a adolescente teria sido morta por asfixia mecânica.

Confira abaixo a declaração da delegada sobre tamanha monstruosidade:

“Ele a estuprou e depois a matou. Em seguida amarrou pernas e braços junto a cabeça, posição que lembra muito uma criança dentro da barriga da mãe, e colocou-a dentro de um sacola para facilitar o transporte até a carroça que ele utiliza para transportar areia para construção civil”. 

Da redação, Roberto Carioca.