Nenhum texto alternativo automático disponível.

Derrota do time começou no erro do árbitro em gol de falta no 1º tempo

Jogando no Bairro de Jardim Rosália, na calma e pacata cidade de Sorocaba, e em um belo estádio localizado na Avenida Pereira da Silva, próximo ao Extra Supermercado, e à uma distância para a capital paulista de aproximadamente 100 km, o tricolor da serra não foi o time que a sua torcida esperava ver em campo.

Jogando no CIC, como lá é conhecido o Valter Ribeiro, que tem apenas uma falha, por não ter àrea de estacionamento em seu redor, o azulão não precisou mostrar um grande futebol para novamente derrotar o Itabaiana, um time sem poder de reação em campo.

Com um gol em bola parada na etapa inicial, após falta que o àrbitro inverteu, inventando e alí prejudicando os sergipanos, o São Bento abriu o marcador e deu um nó tático no time de Leandro Campos. No 2º tempo, veio o 2 x 0, e aí bobeou o goleiro Max, que não teve culpa no gol inicial.

Perdendo em um jogo que teria que buscar sempre o gol adversário, o time serrano chegou ainda a mandar duas bolas na trave, com Diôgo Pereira e Fabiano, e só. Acomodado no gramado, e com substituições que mais uma vez não renderam muita coisa, a não ser a entrada de Diôgo Pereira, o tremendão foi um a equipe batida no jogo, e ao seu término, foi eliminada, frustrando a sua aguerrida torcida que esperava mais , muito mais neste confronto.

E por falar em Valter Ribeiro, esta foi uma homenagem a um radialista da cidade, que morreu em 1975, após acidente de carro, segundo informações dos colegas cronistas esportivos da Ipanema FM,  e Rádio Cruzeiro, emissoras lá de Sorocaba, que estavam no estádio cobrindo a decisão.

O destaque negativo, foi a postura da diretoria do Bentão, que vendeu ingressos para seus torcedores na área destinada a torcida do Itabaiana. Resultado: O setor superior ficou vazio(veja foto acima), com cerca de 60 torcedores sergipanos, e os da casa tiveram que dividir espaço onde não mais cabia ninguém da torcida local nos demais setores liberados para a galera do azulão de Sorocaba.

No retorno da delegação no aeroporto de Aracaju no final da tarde desta segunda-feira, não estava o técnico Leandro Campos, que optou em rever familiares no estado vizinho. Campos deverá voltar nesta terça, à cidade sergipana, conforme acerto com sua diretoria.

A Rádio Jornal 540, transmitiu o jogo inteiro com narração de Carlos Magalhães, e reportagens de Roberto Carioca coladinho no Itabaiana. Participaram ainda dos trabalhos, Carlos Hermínio que comentou o jogo nos estúdios da emissora, com imagem da televisão, Marcelino Cunha e Felipe de Pádua.

Da redação, Karla Souza.