Escola de Samba Vila  Maria/SP

Vivendo uma nova era e buscando uma independência futura, o Itabaiana tem nova casa para a sua preparação visando a 46ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Aproximadamente de 2.100 quilômetros separam a cidade no agreste sergipano ao bairro de Vila Maria, na zona norte da cidade de São Paulo. O reduto é de uma tradicional escola de samba daquele estado e será o centro de treinamento do clube serrano até o pontapé inicial no torneio, a partir de janeiro do ano que vem.

Andrei Noronha, diretor do Tricolor da Serra, confirmou em entrevista a Roberto Carioca na Rádio Capital do Agreste neste final de semana, que o técnico Toninho Tobias é quem já está a frente da fase de peneiras no CT de Vila Maria(Veja foto abaixo). Já do elenco que conquistou o Campeonato Sergipano Sub-19 deste ano, cerca de 14  jogadores viajam para capital paulista no mês de agosto próximo.

Itabaiana seleciona jogadores em São Paulo (Foto: Divulação/César José Oliveira)
Itabaiana seleciona jogadores em C.T Vila Maria, na zona norte de São Paulo (Foto: César José Oliveira)

“Já estamos regularizando a documentação de todos os atletas que tem contrato com o nosso clube. Boa parte do elenco da copinha será aqui de nossa cidade, mas teremos também alguns de lá de São Paulo, oriundos da nossa parceria. Após a competição que começará em janeiro, irão retornar a Itabaiana não só os nosssos garotos, mas também virão para o Campeonato Sergipano sub-19 os atletas do Vila Maria”, disse o dirigente na rádio do povo.

O gerente de futebol do clube, Leandro Brandão já está na capital paulista desde a semana passada, e levou ao seu lado o mordomo do clube Ricardo Peixoto e um vasto material de treino do tremendão. Ambos farão parte da comissão técnica na seleção de jogadores que irá disputar a Copa São Paulo Júnior.

O treinador Ferreira, que sequenciou os trabalhos do técnico Lima Sergipano, não deverá ir a São Paulo, uma vez que será ele o treinador do sub-17 que vai disputar o estadual à partir do mês de setembro.

Da redação, Wilson Botafogo sob supervisão de Roberto Carioca.