Ao retornar para a concentração da Víla Olímpica, o zagueiro André  Nunes foi assaltado na BR 235, próximo a PRF, na cidade de Itabaiana pouco depois das 21:00h.

O jogador teve tomado na marra, um celular Sansung Gálaxi S3, cor cinza, e já confirmou em entrevista na Rádio Jornal e na Capital, que gratificará com R$ 400,00 a quem souber do paradeiro de seu aparelho celular.

“Eu vou dar esse valor a quem souber aonde está o meu aparelho. Eu estava ao lado de alguns júniors da equipe, além do Florival, conhecido por pai, também funcinário da base, quando fomos assaltados na pista”, declarou o exemplar profissional do clube.

O atleta retornava de uma igreja, quando aconteceu o assalto. André se fazia acompanhar por mais seis pessoas  e a poucos metros da vila. “Foram três homens que nos abordaram, mas somente um foi quem chegou atirando, enquanto os outros dois recolhiam nossos objetos, nosso pertences”.

Além dos celulares, as vítimas também perderam correntes, relógios e pequena quantidade em dinheiro.  A ação do trio foi rápida. Tão logo eles tomaram o que queriam, saíram correndo e sumiram na pista escura, de pouca visibilidade.

“Como a gente estava em grupo, e já pertinho da igreja e da víla, imaginávamos que nada iria nos acontecer, mas graças a Deus está tudo em paz e o prejuízo, Jesus nos recompensará, com certeza”, concluiu o zagueiro.

De acordo com depoimentos de algumas das pessoas abordadas, os elementos efetuaram dois tiros, antes do anúncio do assalto.

Até o momento, o Sansung Gálaxi S3, celular de alto valor financeiro, não foi recuperado pelo seu proprietário, a exemplo dos demais objetos levados pelos malandrecos que sumiram em seguida sem deixar vestígios.

Roberto Carioca:  Notícia objetiva, informação correta!