O assunto foi amplamente discutido na tarde desta quinta-feira na cidade, por representantes da sociedade local. Inicialmente, foi aberto um amplo debate sobre o assunto, onde se esclareceu as medidas a serem tomadas de maneira conjunta em prol da pacividade do movimento.

Na primeira reunião, sediada no 3º BPM, se fizeram presentes além do Major Reinaldo Chaves, é claro, representantes da CDL, Câmara Municipal, Poder Executivo, Promotoria Pública, SMTT, OAB e imprensa.

Foi colocado para os participantes, o que se presume acontecer por conta dos manifestantes, e à partir daí, vieram as soluções colocadas. Uma das definições anunciadas, será a presença da Tropa de Choque da PM/SE.

“O Choque estará presente sim, mas ficará apenas de plantão, e em caso de eventualidade, entrará em cena, o que esperamos não seja necessário”, afirmou o Major Chaves.

Segundo a polícia, estaria no planejamento dos atos de protesto, uma forte onda de saques com invasão a alguns estabelecimentos da cidade ligados principalmente ao ramo de gênero alimentício, além de ataques a duas agências bancárias, e possivelmente também com ataques a um órgão de comunicação situado no caminho do percursso.

“Temos informações de que possa acontecer tentativas de invasão no comércio, em agências bancárias e até com possibilidade de apedrejamento a uma emissora de rádio local, mas a polícia está atenta a tudo isso”, declarou o Sub-Tenente Luiz, assessor de imprensa do polícia militar em Itabaiana, ao ser entrevistado ao vivo pelo repórter Roberto Carioca da Rádio Capital AM no programa Radiografia desta quinta(27), por volta das 13:25hs.

O horário de funcionamento do comércio, também foi um assunto discutido nesta reunião. Logo em seguida, veio uma nova reunião, e aí já no Ministério Público, e com a presença de alguns dos representantes do movimento.

A cobertura completa do assunto, acompanhe nesta sexta-feira à partir das 06:00h da manhã, quando na oportunidade serão entrevistados no programa Espaço Aberto de Eduardo Abril, o Major Chaves, o presidente da CDL, Edvaldo Francisco, dentre outros mais, através do repórter Roberto Carioca.

Dentre a pauta de reinvidicações no protesto, constam a melhoria acentuada do atendimento no hospital da cidade, o tão esperado reinício das reformas do Murilo Braga, uma maior segurança pública nas ruas, uma reorganização do nosso trânsito, tarifa justa no serviço de Mototaxista, lisura nos gastos públicos, redução de acidentes na BR 235, e muito mais.

.O PERCURSO

O local de concentração do manifesto será no Campus da UFS, de onde os manifestantes  sairão pelas principais ruas e avenidas da cidade serrana, passando em frente a Escola Estadual César Leite alcançando a Rua Percílio Andrade, entrando à direita pela Professor Lima Junior até a Av. Otoniel Dórea, Largo José do Prado Franco, Rua São Paulo , Praça João Pessoa, Calçadão Aírton Teles, e Rua Quintino Bocaiuva passando em frente ao Ginásio Miltão. Na sequência, entrarão à esquerda na Av. 13 de Julho, e seguirão pela Av. Dr. Luiz Magalhães, sequenciada pela  Ivo Carvalho, indo parar na  Praça da Prefeitura(Fausto Cardoso).

Da redação, Roberto Carioca.