Veja de maneira detalhada, e em foto da PC, a arma tomada no crime do PM na BR 235

Após uma operação da Polícia Civil deflagrada no último final de semana, policiais civis da 10ª Delegacia Metropolitana na capital sergipana, comandados pelo delegado Paulo Márcio, prenderam em flagrante o ex-presidiário Tiago Teles dos Santos, 28 anos, por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Tiago  já estava sendo investigado na área por suspeita de envolvimento em diversos crimes, e encontrava-se em frente a uma bar no Conjunto Maria do Carmo, no bairro Olaria, quando foi surpreendido pela civil. Durante uma busca no carro de Tiago, um WG/Golf, cor branca, placa OEN 80-07 de Aracaju, foi encontrada uma pistola Taurus, calibre .40, com um carregador e 10 munições intáctas.

“A arma apreendida em poder de Tiago Teles dos Santos foi roubada do 2º sargento da PM/SE, José Carlos Sales dos Santos, morto no dia 20 de dezembro de 2012 por três disparos de arma de fogo no povoado Chico Gomes, município de Areia Branca, crime cometido por dois indivíduos em uma motocicleta CG, de cor vermelha e placa não identificada”, destacou Paulo Márcio.

Tiago Teles cumpriu pena de 5 anos e 6 meses de reclusão por roubo a mão armada, no ano de 2007. “A investigação do latrocínio do sargento Sales continuará sendo conduzida pelo delegado do município de Areia Branca”, finalizou Paulo Márcio.

O sargento Sales foi assassinado em um início de noite, quando em seu veículo e acompanhado de sua filha, uma menor de idade, foi surpreendido por meliantes que segundo o delegado da área,  o abordaram lhe tirando a vida e levando a sua arma . O policial aguardava a sua esposa, que chegaria em uma Topic ao local onde Sales se encontrava na beira da pista, entrada para o Povoado Chico Gomes, onde o militar tinha uma propriedade rural.

Da redação.