Série D: Confiança tem a maior série invicta de todas as divisões no  Às vésperas do confronto com o Tombense, que leva o vencedor à final da Série D e já garantido na Série C do ano que vem, o Confiança não sabe o que é perder há 15 jogos na quarta divisão e detém a maior série invicta de todas as divisões nacionais.

Técnico Betinho está há 15 jogos invictos à frente do Confiança

Técnico Betinho está há 15 jogos invictos à frente do Confiança

O time do técnico Betinho não perde há mais de cinco meses, mais especificamente desde o dia 14 de maio, quando foi derrotado por 2 a 0 pelo Estaciano, ainda pela partida de ida semifinal do Campeonato Sergipano. Desde aquele dia até hoje, são 10 vitórias e cinco empates.

O Dragão hoje é o único invicto porque o Tupi, de Juiz de Fora, que disputa as quartas de finais da Série C, perdeu o primeiro jogo contra o Paysandu por 2 a 1 e viu sua marca cair. Além do time mineiro, na Série B e A também houve times que perderam sua invencibilidade há pouco tempo e deixaram o Confiança como o único invicto do Brasil atualmente.

 O Vasco da Gama, que não perdia há 17 jogos e caiu diante do Vila Nova e o Avaí, que permaneceu invicto em 12 jogos, e viu sua marca ser derrubada em casa contra o Náutico, são os representantes da Série B. Na Série A, até o mesmo líder Cruzeiro não está mais invicto. O São Paulo foi o responsável por derrubar a marca de 19 jogos sem vencer da Raposa, no Morumbi.

Para o técnico Betinho, que faz um grande trabalho à frente do time azulino, o boa postura tática da equipe, tanto em casa, como fora de seus domínios e o bom desempenho do Dragão no Presidente Médici, que se tornou a segunda casa do time, são dois fatores importantes para o Confiança ter alcançado a marca de 15 jogos sem derrota.

Para o primeiro jogo das semifinais da Série D contra o Tombense, que acontece neste sábado, às 16h, no Estádio Almeidão, em Tombos, o técnico Betinho deve mandar a campo a seguinte escalação: Everson, Gláuber, Eron, Valdo e Altemar; Wállace Sergipano, Richardson, Tiago Santos e Wallace Pernambucano; Bibi e Leandro Kível.

Fonte: FutebolInterior de Campinas/SP.