No Vasco de 2016, só haverá a mesma certeza que há em 2015: Christiano é titular absoluto do time. Confira o que teremos pela frente:

 - 6 de dezembro de 2015: Vasco perde para o Coritiba por 3 a 0 e termina campanha do Brasileirão rebaixado, com apenas 39 pontos, seis foram obtidos em novas vitórias sobre Flamengo e Fluminense.

 - 8 de dezembro de 2015: Em entrevista coletiva, Eurico garante que só aceitará rebaixamento se a CBF assim definir e confirmar. Dirigente promete “seleção” para 2016, independente de divisão. Perguntado sobre ida à Sibéria, xinga jornalista.

  - 15 de dezembro de 2015: Diretoria cruz-maltina anuncia primeiros reforços para 2016: Léo Moura – ele mesmo! -, Elano e Kléber Gladiador. Além disso, clube acerta com o lateral-esquerdo Ramón, o meia Enrico e o atacante Élton, campeões da Série B em 2009.

 - 20 de dezembro de 2015: Jorginho recebe proposta e acerta com time japonês. No mesmo dia, Eurico anuncia o filho Álvaro como novo técnico e o outro filho, Euriquinho, passar a ser diretor remunerado de futebol. “Só os Miranda amam o Vasco de verdade, então nós é que vamos cuidar do clube”, diz o mandatário.

 - 28 de dezembro de 2015: Vasco anuncia contratação de mais quatro atletas, todos com passagem pelo Olaria, durante o período em que José Luís Moreira esteve à frente do clube suburbano. Todos assinam vínculo de quatro anos, mas horas depois do acerto são repassados por empréstimo a equipes do interior paulista.

 - 2 de janeiro de 2016: Meia Evander, considerado a principal promessa cruz-maltina desde Philipe Coutinho, é negociado com o Estoril, de Portugal, por 2 milhões de euros, apesar dos protestos da torcida. Seis meses depois, jogador da seleção de base é vendido para o Arsenal, da Inglaterra, por valor oito vezes maior.

7 de janeiro de 2016: Esperança da chegada de grandes reforços, depois da venda de Evander, é frustrada. Clube divulga que montante será utilizado para pagar dívida com atuais membros da diretoria. Nenê acerta retorno para o futebol francês, para atuar em clube da terceira divisão.

- 8 de janeiro de 2016: Reforço anunciado na reta final do Brasileirão, Emanuelson pede dispensa e acerta com clube da Síria. Guiñazú anuncia aposentadoria. Por outro lado, clube repatria Mosquito, que estava no futebol espanhol e contrata dois antigos jogadores, os volantes Ygor e Johnny.

  1 7 de janeiro de 2016: Esperança da chegada de grandes reforços, depois da venda de Evander, é frustrada. Clube divulga que montante será utilizado para pagar dívida com atuais membros da diretoria. Nenê acerta retorno para o futebol francês, para atuar em clube da terceira divisão.

 18 de janeiro de 2016: Reforço anunciado na reta final do Brasileirão, Emanuelson pede dispensa e acerta com clube da Síria. Guiñazú anuncia aposentadoria. Por outro lado, clube repatria Mosquito, que estava no futebol espanhol e contrata dois antigos jogadores, os volantes Ygor e Johnny.

29 de janeiro de 2016: Após derrotas para Portuguesa da Ilha, Corinthians e Goiás na pré-temporada, diretoria anuncia o meia chileno Valdivia, que deixou o Al Wahda, dos Emirados Árabes, dispensado por indisciplina.

 31 de janeiro de 2016: Com Martín Silva; Mádson, Luan, Rodrigo e Christiano; Ygor, Bruno Gallo, Léo Moura e Elano; Éder Luís e Leandrão, Vasco vence Bonsucesso por 1 a 0, com gol de pênalti nos minutos finais, na estreia do Campeonato Carioca.

 10 de março de 2016: Titular do Vasco nas duas temporadas anteriores, Martín Silva acerta transferência para clube do Catar. Elano, irritado com vaias da torcida, pede dispensa. Time acumula três derrotas no estadual.

-11 de abril de 2016: Após eliminação no Carioca, Eurico Miranda anuncia reformulação no elenco, com as chegadas do atacante Valdiram e do zagueiro/volante mexicano Rafa Márquez. Bruno Gallo é vendido para clube da Coreia do Sul, Éder Luís acerta com Tupi, de Juiz de Fora, e Thalles vai para Portugal.

16 de maio de 2016: Com São Januário vazio, Gigante da Colina só empata com o Macaé na primeira rodada da Série B. Álvaro Miranda escalou time com: Charles; Léo Moura, Luan, Rodrigo e Christiano; Rafa Márquez, Ygor, Johnny e Valdívia; Élton e Leandrão.

25 de junho de 2016: Na 11ª rodada do Brasileirão da Série B, Vasco ocupa apenas a 12ª colocação, com três vitórias, cinco empates e três derrotas. Revés diante do Joinville, em casa, decretou a saída de Álvaro Miranda da função de técnico, mas é efetivado como gerente de futebol. Antônio Lopes assume equipe.

 28 de junho de 2016: O treinador campeão da Libertadores assume e faz revolução no elenco, barrando veteranos. Contra o Fortaleza, 11 inicial cruz-maltino é formado por Jordi; Mádson, Luan, Kadu Fernandes e Christiano; Ygor, Ramón e Mosquito; Romarinho, Rafael Silva e Leandrão. Time empata em 0 a 0.

 30 de setembro de 2016: Oscilação constante deixa Vasco a 15 pontos do G-4, faltando oito rodadas para o fim da competição. Após novo empate, dessa vez com o Avaí, Eurico promete acesso e anuncia retorno de Álvaro ao comando do time. Lopes passa a ser gerente de futebol.

 22 de outubro de 2016: Vasco perde em casa para o Paraná e dá adeus as chances de acesso. Depois da partida, Eurico afirma que fracasso na Série B foi culpa da Globo, que planejou reduzir o valor da cota do clube. Dirigente promete “se mudar para a Sibéria”, se acesso não vier em 2017.

 23 de outubro de 2016: Presidente cruz-maltino convoca coletiva e anuncia estar começando planejamento para o ano seguinte, divulgando o nome dos primeiros reforços: Felipe, ex-goleiro de Corinthians e Flamengo, e Ronaldinho Gaúcho. Contrato de Christiano é renovado por mais dois anos.

E haja gozação pra cima do Vascão. E atenção, domingo Vasco 3 x 0 Flamengo.

Fonte: Sites de São Paulo.